Portal da Cidade Itapira

ELEIÇÕES 2020

Toninho Bellini é eleito prefeito com 54% dos votos; Newton recebeu 40%

Números oficiais foram divulgados na madrugada pelo TSE, confirmando vitória do ex-prefeito sobre o candidato do grupo do deputado Barros Munhoz

Postado em 15/11/2020 às 20:48 |

O ex-prefeito Toninho Bellini foi confirmado como prefeito eleito de Itapira neste domingo, 15, com base na apuração que foi oficialmente encerrada durante a madrugada. Os números foram confirmados pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A vantagem de Toninho Bellini já era considerada “tranquila” sobre o candidato apoiado pelo deputado estadual Barros Munhoz, o médico Newton Santana (PSDB). Concorreram também outros dois candidatos, o tenente-coronel Silvio Marques (DEM) e Luiz Henrique Ferrarini (MDB).

Toninho Bellini recebeu pouco mais de 54% dos votos válidos, totalizando 19.488 votos. Newton Santana recebeu 40,23% dos votos, com 14.427 votos.

Silvio Marques teve 4,43% dos votos válidos, totalizando 1.590 votos. E Ferrarini recebeu 360 votos, totalizando 1% dos votos válidos.

Do total de eleitores aptos a votar, 72,50% foram as urnas, totalizando 41.281 votos. A abstenção foi de 15 mil eleitores. Dos que votaram, 13% anularam o voto.

As eleições registraram 2.172 votos brancos e 3.244 votos nulos.

QUEM É O PREFEITO

Toninho foi prefeito de Itapira em duas ocasiões, de 2004 a 2008 e de 2009 a 2012. Sua eleição parecia ser um rompimento definitivo da cidade com o grupo liderado por Barros Munhoz. A cidade avançou em alguns aspectos, mas sucumbiu em algumas áreas.

Sem candidato natural, a saída de Bellini deixou campo aberto para a retomada do poder do grupo munhozista. Nas eleições de 2016, Bellini tentou nova eleição, mas perdeu na reeleição do candidato José Natalino Paganini.

Bellini tem como vice o ex-vereador e ex-secretário Mario da Fonseca, advogado e considerado peça fundamental na vitória de Bellini nestas eleições.

Bellini já comemora nas ruas. Está em carreta ao lado de apoiadores.

As informações aguardam a oficialização do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Por enquanto a apuração segue zerada.

Fonte:

Deixe seu comentário